Pedagogia

Ser pedagogo é estar num constante e eterno aprender.

22 de out de 2011

Projeto


O projeto tem a função de ajudar o professor a organizar sua forma de trabalhar. Pois se escolhe um tema e relaciona-se com outras questões a serem abordadas, que vai facilitar ao aluno a aprendizagem, mas para isso, é preciso “combinar, em uma lógica de articulação dos dois paradigmas anteriores, a produção e a aquisição de saberes, a tradição e a inovação, as lógicas racionais e criativas, as lógicas da razão e do coração”. (ALARCÃO, 2001, p.103)
Parte-se para a aprendizagem a partir do conhecimento prévio do aluno, baseando-se nas descobertas espontâneas, e o projeto parte do que o aluno já sabe sobre um determinado tema e das informações as quais se possa relacionar. A escolha do tema pode surgir de algum problema proposta, ou também pertencer ao currículo oficial, “visando o envolvimento dos alunos, à participação ativa, o desenvolvimento de habilidades e capacidades intelectuais”. (LIBÂNEO, OLIVEIRA e TOSHI, 2003, p.348)
A grande questão do projeto é o docente questionar-se a respeito do tema, ou seja, o que este espera que os seus alunos aprendam com o projeto, e que através dele os alunos consigam organizar melhor os conhecimentos. O projeto deve ter seu tema exposto na escola para que todos vejam o que esta sendo trabalhado. Entendo, de acordo com Freire, que:

uma das tarefas mais importantes da prática educativo-crítica é propiciar as condições em que os educandos em relação uns com os outros e todos com o professor ou a professora ensaiam a experiência profunda de assumir-se. Assumir-se como ser social e histórico, como ser pensante, comunicante, transformador, criador, realizador de sonhos, capaz de ter raiva porque capaz de amar. Assumir-se como sujeito porque capaz de reconhecer-se como objeto. A assunção de nós mesmos não significa a exclusão dos outros. (FREIRE, 1996, p.23)

Os projetos de trabalho direcionam não só ao professor organizar e desenvolver suas práticas, mas como também permite aos alunos uma melhor organização dos conhecimentos adquiridos na escola, visando uma educação reflexiva e problematizadora fazendo com que os alunos tornem-se mais críticos. A nova proposta de ensino é motivar os alunos a se manifestarem, serem exigentes e críticos, a fim de acabar com a passividade existente nos alunos, esta nova proposta incentiva os alunos a serem ativos. Cada projeto deve seguir os passos de decidir o propósito do projeto; realizar um plano de trabalho projetado e julgar o trabalho realizado.


Referências Bibliográficas
ALARCÃO, Isabel. Escola Reflexiva e Nova Racionalidade. Porto Alegre RS. Ed.Artmed, 2001, p.103

LIBÂNEO, José Carlos, OLIVEIRA, J.F e TOSHI, Mirza S. Educação Escolar: Políticas, estrutura e organização. Ed. Cortez, 2003, p.348

FREIRE, Paulo. Pedagogia da Autonomia. 1996, p.23

Um comentário:

  1. Olá colega, muito bom o teu blog, pois ele nos inspira e auxilia nos projetos que pensamos criar. Parabéns!

    ResponderExcluir